domingo, 19 de abril de 2009

Com um massacrante 8 a 1, o Inter se sagrou bicampeão do Campeonato Gaúcho


Inter é bicampeão gaúcho com um histórico 8 a 1 sobre o Caxias!




Em Porto Alegre

O Internacional confirmou o título do Campeonato Gaúcho de forma espetacular. Neste domingo, no Beira-Rio, o time encerrou a campanha invicta massacrando o Caxias por 8 a 1, se tornando bicampeão estadual. A atuação foi soberba, com a goleada garantida no primeiro tempo, quando o time incrivelmente marcou sete gols.



PRINCIPAIS LANCES DO JOGO

PRIMEIRO TEMPO
6min - GOOOLLL DO INTER!!!
D'Alessandro cruza da direita e Magrão, no primeiro pau, cabeceia para o chão.
15min - GOOOLLL DO INTER!!!
Kléber cruza de longe e Taison aparece na área para desviar de pé direito.
18min - GOOOLLL DO INTER!!!
Bolívar dá um passe preciso para Nilmar, que dentro da área chuta cruzado.
22min - GOOOLLL DO INTER!!!
Cruzamento da direita, Edenílson afasta mal e Nilmar, de bate-pronto, toca rasteiro.
31min - GOOOLLL DO INTER!!!
Guiñazu tabela com Nilmar, entra na área e toca no canto direito.
39min - GOLAÇO DO INTER!!!
Magrão domina na entrada da área, pela direita, e bate colocado no ângulo oposto.
43min - GOOOLLL DO INTER!!!
Taison arranca pelo meio, e na saída do goleiro rola para D'Alessandro tocar para o gol vazio.
SEGUNDO TEMPO
20min - GOOOLLL DO CAXIAS!!!
Borja faz grande jogada pela esquerda, tabela na área com Brida e toca no canto direito.
43min - GOOOLLL DO INTER!!!
Kléber cruza da esquerda e Álvaro, de cabeça, completa.
VEJA A TABELA DO GAUCHÃO
LEIA MAIS SOBRE O INTER
No ano passado o Colorado já tinha feito o mesmo placar impressionante sobre outro adversário da serra, o Juventude, na decisão. A primeira conquista no ano do centenário ficará marcada para a história (em 21 jogos foram 18 vitórias, três empates, 67 gols marcados e 14 sofridos). Vencendo os dois turnos, o clube elimina a necessidade das finais e garante o seu 39º título gaúcho. Os gols deste domingo foram marcados por Magrão (2), Nilmar (2), Taison, Guiñazu, D'Alessandro e Álvaro.

A partida começou eletrizante, com muita marcação e lances em velocidade dos dois lados. D'Alessandro comandava as investidas coloradas, e logo aos 6min ele fez boa jogada individual pela direita e cruzou na medida para Magrão, que cabeceou bonito no canto esquerdo: 1 a 0. O gol deu tranquilidade aos anfitriões, que passaram a tocar a bola.

Controlando o adversário, o Inter aumentou a vantagem numa bela combinação. D'Alessandro fez uma grande inversão, encontrando Kléber livre na meia-esquerda. O lateral cruzou com muito efeito, na medida para Taison chutar de primeira: 2 a 0. A torcida ainda comemorava quando Bolívar, aos 18, lançou para Nilmar na área, que dentro da área bateu cruzado para fazer 3 a 0.

Os torcedores gritavam "é campeão" e "olé" quando viram a zaga do Caxias afastar mal cruzamento e Nilmar, oportunista, pegar de primeira e acertar o canto esquerdo: 4 a 0. O Caxias não conseguia aparecer no ataque para descontar, e ainda viu o volante Guiñazu marcar o gol mais comemorado da tarde, já que raramente balança as redes. Aos 31 ele tabelou com Nilmar, entrou na área e tocou no canto direito: 5 a 0.

Magrão, que abriu o placar, fez um golaço aos 39, dominando na entrada da área e ticando com maestria no ângulo. Como se não bastasse, Taison fez boa jogada pelo meio, e quando o goleiro saiu ele rolou para D'Alessandro, que fez 7 a 0, placar do primeiro tempo.

O jovem goleiro Rafael, que estreava e não teve culpa pelo resultado, foi para o vestiário chorando. "A partida que a equipe está fazendo é impressionante", comentou Guiñazu, resumindo o sentimento de todos que acompanhavam a decisão.

Como era esperado, o ritmo diminuiu na etapa complementar. O Caxias pensava mais em não sofrer mais gol, enquanto o Inter administrava a posse de bola. A torcida já não se preocupava com o jogo, e cantava entusiasmada com a iminência do título.

Cristian Borja marcou o gol de honra para o clube grená, aos 20, quando fez boa jogada pela esquerda, passou por Índio, tabelou com Brida e chutou forte, rasteiro, no canto direito: 7 a 1. Mas não havia mais nada a fazer, e para fechar o massacre Álvaro, de cabeça aos 43, fez 8 a 1, placar que solidificou o título.

INTERNACIONAL 8 X 1 CAXIAS

Inter
Lauro; Bolívar, Índio, Álvaro e Kléber; Sandro, Magrão (Marcelo Cordeiro), Guiñazu e D'Alessandro (Andrezinho); Taison e Nilmar (Alecsandro)
Técnico: Tite

Caxias
Rafael; Edenílson, Santin, Vagner Lima e Brida; Zacarias (Diogo Brito), Roberto, Marielson e Guilherme (Wagner); Júlio Madureira (Cristian Borja) e Marcos Denner
Técnico: Argel

Data: 19/4/2009 (domingo)
Local: Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre
Árbitro: Leandro Vuaden
Auxiliares: Altemir Hausmann e Paulo Ricardo Conceição
Cartões amarelos: D'Alessandro (Inter); Santin, Diogo Brito (Caxias)
Gols: Magrão, aos 6min e aos 39min; Taison, aos 15min; Nilmar aos 18min e aos 22min; Guiñazu, aos 31min; D'Alessandro, aos 43min do primeiro tempo. Cristian Borja, aos 20min; Álvaro, aos 43min do segundo tempo.

Do UOL Esporte


Um comentário:

Lack disse...

Não existia outro resultado senão a vitória do Inter.. se perdesse para o Caxias (2nd Divisao) iria ficar feio. Em um campeonato que é composto por 2 times da primeira divisao, 2 times da segunda divisao e os outros divisões inferiores, se não fosse campeão era mais facil fechar as portas no centenário.